CarapicuíbaHistóriaSão Paulo

Aldeia Jesuítica de Carapicuíba: um tesouro escondido na metrópole

Aldeia Jesuítica de Carapicuíba

A Aldeia Jesuítica de Carapicuíba é um verdadeiro tesouro escondido no meio da maior metrópole do Brasil. Fundada em 1580, ela sobreviveu à expansão das grandes cidades e hoje preserva as memórias do início da colonização de São Paulo.

A Aldeia de Carapicuíba é a única ainda preservada das 12 aldeias que o padre José de Anchieta construiu no entorno de São Paulo. A principal função delas era proteger o Pátio do Colégio e o Mosteiro de São Bento, mas também eram usadas para catequizar indígenas e defendê-los de ataques dos bandeirantes que circulavam pela região.

Por na época ser de difícil acesso, a Aldeia de Carapicuíba foi a única que sobreviveu ao tempo. Ela chegou a ser parcialmente destruída pelos próprios jesuítas, que abandonaram o local por conta da insistência dos ataques dos bandeirantes, mas no século XVIII ela foi reconstruída com as mesmas características originais.

Aldeia de Carapicuíba

Em 1940, a Aldeia de Carapicuíba foi tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Hoje, ela abriga a histórica Capela de São João Batista, que ainda tem paredes originais, pequenos comércios, cafés, espaços culturais, museus e casas de famílias que vivem ali há mais de 300 anos.

Apesar de pequena e pouco conhecida por quem não é da cidade, a Aldeia de Carapicuíba é um espaço que preserva parte importante da nossa história e merece ser visitada.

Vale combinar esse passeio com um bate e volta para Santana de Parnaíba, que fica a 30 minutos da aldeia e tem um centro histórico maravilhoso.

Onde fica a Aldeia de Carapicuíba

Aldeia de Carapicuíba

A Aldeia Jesuítica de Carapicuíba fica encravada no meio da cidade, entre o Rodoanel e as rodovias Raposo Tavares e Castello Branco, a 20 km do centro de São Paulo (SP), o que valoriza ainda mais a preservação desse patrimônio.

O acesso é bem simples e o espaço é aberto ao público. Mas recomendamos fazer a visita em horário comercial, quando as lojinhas e atrativos culturais estão abertos ou durante algum evento promovido pela prefeitura.

Deixe um comentário