São José do BarreiroSão Paulo

São José do Barreiro: o que fazer, dica de hospedagem e onde comer

São José do Barreiro

Localizado no Vale Histórico Paulista, São José do Barreiro é uma pequena cidade de 4.000 habitantes que reúne atrações de ecoturismo e história.

Famosa por ser sede do Parque Nacional da Serra da Bocaina, a cidade atrai muitos apaixonados por montanhas em busca de trilhas desafiadoras.

Igreja Matriz de São José do Barreiro

Por outro lado, São José do Barreiro tem um lado histórico muito forte, que pode ser visto na arquitetura colonial das casas no centrinho. A cidade nasceu com o primeiro ciclo do café no Vale do Paraíba e ainda conta com fazendas antigas preservadas, que mostram toda a riqueza que passou pela região.

Confira o que fazer em São José do Barreiro, dicas de onde comer e de onde se hospedar na cidade.

O que fazer em São José do Barreiro

Parque Nacional da Serra da Bocaina

Parque Nacional da Serra da Bocaina

São José de Barreiro é porta de entrada do Parque Nacional da Serra da Bocaina, conhecido por ser o “paraíso do trekking” no Brasil.

O parque tem diversas trilhas e entre as mais famosas está o Caminho do Mambucaba, trilha de três dias que atravessa o parque e termina em Angra dos Reis, refazendo um antigo caminho de tropeiros.

Cachoeira Santo Isidro

Cachoeira Santo Isidro

Dentro do Parque Nacional da Serra da Bocaina, a Cachoeira Santo Isidro é um dos cartões postais da cidade. Ela tem mais de 50 metros de altura e uma piscina natural ótima para banho.

O acesso é fácil, feito por uma trilha de 2,3 km partindo da entrada do parque. São cerca de 40 minutos de caminhada praticamente sem desnível. Só no final da trilha é preciso descer uma escadaria, mas sem dificuldades.

Cachoeirão do Formoso

Cachoeirão do Formoso

O Cachoeirão é uma área com pequenas quedas d’água ideal para relaxar ou se divertir. O espaço tem pontos bem rasinhos para ficar sentado na água e um poço natural onde é possível mergulhar e ficar embaixo da queda d’água.

O acesso ao Cachoeirão é bem simples. Ele fica no distrito de Formoso, a 10 km do centro da cidade, e a cachoeira fica a três minutos de caminhada da estrada onde paramos o carro.

Cachoeira da Mata

Cachoeira da Mata

Também no distrito de Formoso, a Cachoeira da Mata tem uma bela queda d’água cercada de verde. Para acessar a cachoeira, é preciso fazer uma trilha de cerca de 15 minutos passando por um pasto e pontos de mata fechada.

Fazenda Catadupa

Fazenda Catadupa

Um exemplo de sustentabilidade, a Fazenda Catadupa dedicou parte de sua área para a criação de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), onde pelo menos nove nascentes estão protegidas.

De 1831, a Fazenda Catadupa é uma típica fazenda de café, que foi restaurada pelos atuais proprietários e hoje oferece visitas guiadas para mostrar todo o trabalho de conservação realizado na propriedade, além da história que se passou por ali.

Fazenda Pau D’Alho

Fazenda Pau D’Alho

De 1817, a Fazenda Pau D’Alho foi pioneira no plantio de café em São José do Barreiro. Ela pertenceu a João Ferreira de Souza, um dos fundadores da cidade, e sua construção já foi pensada para a produção do café, algo possivelmente inédito para a época.

A Fazenda Pau D’Alho é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1968 e atualmente é administrada pelo Governo Federal.

Na visitação, conhecemos como era o funcionamento da fazenda e algumas histórias curiosas, como a passagem de Dom Pedro I, indo em direção a São Paulo antes de proclamar a Independência do Brasil. A visitação é gratuita e acontece de quinta-feira a domingo, das 9h às 16h.

Fazenda São Francisco

Fazenda São Francisco

A mais antiga de São José do Barreiro, de 1813, a Fazenda São Francisco trabalha hoje com visitação histórica, cavalgada e hospedagem.

O casarão segue muito bem preservado e tem um pequeno museu com objetos que contam a história da fazenda. Além disso, há um espaço dedicado à exposição de peças do acervo do pintor Armando Vianna, que era amigo do atual proprietário.

Fazenda da Barra

Fazenda da Barra

A Fazenda da Barra é mais uma do século XIX que ainda permanece preservada. Atualmente, ela está dedicada ao turismo rural, ecológico e histórico.

Com uma ampla área verde, ela possui árvores centenárias, ruínas históricas, trilhas que levam para mirantes, uma piscina com água de rio, além de uma cachoeirinha com poço natural.

É possível se hospedar na Fazenda da Barra ou apenas fazer um day use para conhecer o local.

Club dos 200

Club dos 200

Criado em 1928 por sócios da elite paulista e carioca, o Club dos 200 foi construído pela família Guinle, a mesma que fundou o Copacabana Palace.

Por carregar o glamour das elites em sua arquitetura e estar entre o Rio de Janeiro e São Paulo, muitas celebridades que viajavam entre as duas cidades paravam ali. Passaram pelo Club dos 200 presidentes, governadores, artistas como Carmen Miranda, Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade e Di Cavalcanti, além de atores da Era de Ouro de Hollywood, como Clark Gable.

Sala Club dos 200

A arquitetura que mistura características de diversas culturas é um dos destaques do Club dos 200, assim como os luxuosos objetos de prata e porcelana dos anos 1920.

Hoje, o Club dos 200 funciona como hotel, mas também é possível fazer uma visita guiada para conhecer esse lugar único.

Onde se hospedar em São José do Barreiro

Club dos 200

Quarto Club dos 200

Frequentado pela elite na primeira metade do século XX, o Club dos 200 é hoje um hotel acessível e com alto valor histórico. Com quartos espaçosos, confortáveis e com móveis de época, o hotel ainda carrega na sua arquitetura todo o glamour dos anos 1920.

A hospedagem conta com um ótimo café da manhã e uma boa estrutura com piscina, lago, espaço com churrasqueira, áreas comuns amplas e passeio a cavalo. É um lugar tranquilo ideal para quem busca um ambiente de paz.

Café da manhã Club dos 200

A diária para o casal custa a partir de R$ 290 (abr/24). Para mais informações, basta entrar em contato pelo WhatsApp (11) 91878-7957.

Onde comer em São José do Barreiro

Rancho Gastronomia e Cultura

Muito mais do que um restaurante, o Rancho é um espaço que resgata a cultura tropeira de São José do Barreiro. Desde a decoração até o cardápio, tudo é pensado para exaltar as raízes da região.

O restaurante tem um self-service no fogão a lenha com aquele gostinho de interior e à noite serve uma pizza maravilhosa com massa de longa fermentação. Outro grande diferencial é a Experiência Rancho, que oferece pratos locais, como a Farofa de Içá.

Armazém do Rancho

O Rancho fica em um casarão histórico em frente à Praça da Matriz e também tem um armazém com diversos produtos. Encontramos desde xícaras e brinquedos até fumo de rolo e produtos artesanais da região. Tem de tudo um pouco e traz muitas recordações para os visitantes que já tiveram um pezinho no interior.

Restaurante Casarão

Restaurante Casarão, São José do Barreiro

O Casarão é um restaurante simples que serve um self-service de qualidade em fogão a lenha. Eles também vendem doces caseiros e cachaças artesanais muito gostosos. O destaque fica para a cocada. Vale provar!

Agência em São José do Barreiro

Bocaina Experience, São José do Barreiro

Quem nos acompanhou na viagem por São José do Barreiro foi o Lucas, da Bocaina Experience, receptivo turístico da cidade.

Ele é guia legalizado pela Cadastur e monta roteiros personalizados para o seu estilo de viagem. Com o Lucas, tivemos a experiência de fazer os passeios com o Fusca e a Kombi da agência, batizados de Tony e Tarsila, o que deixou nossa viagem ainda mais legal.

Uma grande vantagem da Bocaina Experience é o conhecimento ambiental e histórico dos guias. Em um destino como São José do Barreiro, esse detalhe é um grande diferencial.

Para entrar em contato com a Bocaina Experience, é só mandar um WhatsApp para o número (12) 98176-6721 e falar que chegou lá pela indicação do Pegamos Uma Estrada.

Como chegar em São José do Barreiro

Serra da Bocaina - São José do Barreiro

São José do Barreiro fica em uma região conhecida como Vale Histórico Paulista, na divisa com o estado do Rio de Janeiro.

A cidade é cortada pela Rodovia dos Tropeiros (SP-068) e fica a 270 km de São Paulo (SP) e a 206 km do Rio de Janeiro (RJ).

Partindo de São Paulo, o caminho mais rápido é pela Rodovia Dutra, até Queluz (SP), pegando o acesso para Areias (SP). Já saindo do Rio de Janeiro, o caminho também é pela Rodovia Dutra, até Barra Mansa (RJ), cruzando a divisa por Bananal (SP).

Deixe um comentário