RoteirosSantana de ParnaíbaSão Paulo

Bate e volta em Santana de Parnaíba (SP): veja o que fazer na cidade

Letreiro de Santana de Parnaíba

Santana de Parnaíba (SP) é uma cidade que reserva grandes surpresas. A apenas 40 km de São Paulo (SP), ela tem o maior conjunto arquitetônico tombado do Estado de São Paulo, com 209 construções coloniais protegidas pelo Patrimônio Histórico.

O município também é conhecido por ser berço da polêmica figura dos bandeirantes paulistas. Localizada às margens do Rio Tietê, a cidade era ponto de partida das bandeiras rumo ao interior do Brasil.

Conhecemos Santana de Parnaíba em um bate e volta e recomendamos que você mergulhe na história dessa cidade apaixonante. Todas as atrações ficam no Centro Histórico e você pode conhecer tudo a pé.

Caminhar pelo Centro Histórico

Casas coloniais no Centro Histórico de Santana de Parnaíba
Casas coloniais no Centro Histórico de Santana de Parnaíba

Andar pelo Centro Histórico de Santana de Parnaíba é como voltar no tempo. As ruas de paralelepípedo e as casinhas coloniais coloridas dos séculos XVII, XVIII e XIX carregam muita história, além de serem um charme.

Vale destacar que Santana de Parnaíba tem o maior conjunto arquitetônico tombado do Estado de São Paulo, com 209 construções protegidas pelo Patrimônio Histórico. Não é a toa que a cidade ganhou o apelido de “Ouro Preto paulista”.

Igreja Matriz de Santa Ana

Igreja Matriz de Santa Ana

Considerada a construção histórica mais importante da cidade, a Igreja Matriz de Santa Ana foi construída em 1882, no estilo eclético. Ela está no mesmo local onde André Fernandes, um dos fundadores da cidade, ergueu a primeira capela de Santana de Parnaíba em 1610.

Praça 14 de Novembro

Coreto

Ao lado da igreja, a Praça 14 de Novembro é aquela típica praça do interior. Cercada de bares e restaurantes, ela tem um charmoso coreto, um jardim bem cuidado e uma calçada portuguesa impecável. É aquele ambiente ideal para sentar e aproveitar a tarde tomando um sorvete.

Museu Anhanguera e Casarão Monsenhor Paulo Florêncio da Silveira Camargo

Museu Anhanguera

São duas casas interligadas que abrigam o principal museu da cidade. O Museu Anhanguera é focado na história dos bandeirantes e na ligação deles com Santana de Parnaíba. Recebeu esse nome em homenagem aos bandeirantes Bartolomeu Bueno da Silva, pai e filho, conhecidos como Anhanguera, e nascidos em Santana de Parnaíba. Existe uma lenda que eles teriam morado nesta casa, mas não há nenhuma evidência que comprove a história.

Já o Casarão Monsenhor Paulo Florêncio da Silveira Camargo mostra a parte cultural da cidade e explica sobre a arquitetura do edifício. Construída no século XVII com taipa de pilão e pau a pique, essa é a única casa bandeirista remanescente em uma área urbana.

Monumento aos Bandeirantes

Monumento aos Bandeirantes

Na entrada do Centro Histórico, essa praça conta com 23 esculturas de bronze que retratam os bandeirantes e figuras importantes, como os fundadores da cidade, Suzana Dias e André Fernandes.

A praça fica ao lado do Rio Tietê, o que acaba se tornando um problema. Como Santana de Parnaíba faz divisa com São Paulo, o rio ainda está bastante poluído neste trecho e o cheiro de esgoto é bem marcante.

Restaurante São Paulo Antigo

Restaurante São Paulo Antigo

Comer no Restaurante São Paulo Antigo é obrigação para quem visita Santana de Parnaíba. Aos fins de semana, o restaurante funciona no sistema self-service e serve comida mineira. O grande destaque é o delicioso porco à pururuca. O valor aos fins de semana é R$ 68,80 (valor de 2021). As bebidas são cobradas à parte.

Lojas de arte e artesanato

Lojas de Artesanato de Santana de Parnaíba

Cidade com Centro Histórico e cara de interior não poderia deixar de ter as típicas lojinhas de artesanato, certo? São várias espalhadas pelo centro de Santana de Parnaíba, onde você encontra diferentes tipos de trabalhos manuais.

Como chegar em Santana de Parnaíba

Santana de Parnaíba é uma excelente opção para um bate e volta rápido. A cidade está a 40 km de São Paulo e o trajeto até lá leva cerca de 45 minutos. Para quem sai da capital paulista, basta pegar a Rodovia Castello Branco, sair no km 26 para acessar a Estrada dos Romeiros e seguir por alguns quilômetros até a entrada da cidade, onde fica o Monumento aos Bandeirantes. No trajeto, você encontra apenas um pedágio no valor de R$ 4,90 (atualizado em 2022).

Deixe um comentário