AtibaiaSão PauloTrilhas

Guia para fazer a Trilha da Pedra Grande de Atibaia

Pedra Grande de Atibaia

Principal ponto turístico de Atibaia (SP), a Pedra Grande é considerada um Monumento Natural (MONA) e fica em uma zona de conservação ambiental. Ela está a 1.418 metros acima do nível do mar e é muito conhecida por ser ponto de decolagem de asas-deltas e parapentes.

É possível subir a Pedra Grande por trilha ou de carro ou moto. No nosso bate e volta para Atibaia, fizemos a trilha e vivenciamos uma pequena aventura para alcançar o topo da Pedra Grande.

Como é a trilha da Pedra Grande

Trilhas para subir a Pedra Grande
Mapa: pedragrande.org

Para subir a Pedra Grande, você pode escolher entre as trilhas Minha Deusa (linha verde, com 2,5 km), Mangueira (linha vermelha, com 2,6 km) e Monges (linha amarela, com 3 km). Como elas são interligadas em vários pontos e não há sinalização, é comum começar em uma trilha e terminar em outra, como aconteceu com a gente. Nossa ideia era ir pela “Minha Deusa”, mas erramos em uma bifurcação e continuamos pela “Monges”.

Com isso, andamos um total de 6 km (ida e volta), em 4 horas de caminhada. Sugerimos usar o Google Maps ou outro aplicativo para verificar se está indo na direção certa.

Pedra Grande de Atibaia

Apesar da trilha ser curta, é necessário um bom preparo físico. O trajeto é bem íngreme (ganho de 500 metros de altura) e tem trechos com pedrinhas soltas que deixam o terreno escorregadio. Em contrapartida, você encontra vários mirantes naturais belíssimos no caminho. São ótimos para descansar vendo a paisagem.

A parte mais desafiadora da caminhada é o final. Depois de todo o desgaste da trilha, ainda é necessário enfrentar a subida da Pedra Grande, o trecho mais inclinado do percurso.

Parapentes - Pedra Grande de Atibaia

Mas, quando você chega no alto, o visual é incrível. Além da vista de Atibaia, você pode apreciar os parapentes e asas-deltas cortando o céu. O platô da Pedra Grande é um ponto de decolagem perfeito. Quando o clima está favorável, ele está sempre cheio de praticantes.

Pedra Rachada

Sobrou energia? Então você pode fazer uma pequena trilha de 15 minutos até a Pedra Rachada, o ponto mais alto da Pedra Grande. De lá, você tem a melhor vista panorâmica da região.

O que levar

Mirante com vista para a cidade

Recomendamos fortemente o uso de bota e bastão de trilha. São itens que vão ajudar tanto na subida quanto na descida. Não levamos o bastão e sentimos muita falta não só nos trechos mais íngremes, mas também como um apoio em toda a trilha. Terminamos completamente esgotados!

Boa parte do percurso é feito em ambiente aberto, então lembre-se do protetor solar! Vale levar também bastante água e um lanche leve ou barrinhas de cereal. Na trilha Minha Deusa há um ponto de coleta de água, mas se você pegar outro caminho, não terá outro lugar para abastecer sua garrafinha.

> Clique aqui e conheça mais trilhas que o blog Pegamos Uma Estrada já visitou

Como chegar na Pedra Grande

Para fazer a trilha

O início das trilhas da Pedra Grande fica no Condomínio Arco-Íris, em Atibaia (SP). Na portaria, basta se identificar e falar que vai na Pedra Grande. Os funcionários vão pegar algumas informações e explicar onde fica o começo da trilha.

Partindo de São Paulo (SP), o melhor caminho para o Condomínio Arco-Íris é seguindo pela Rodovia Fernão Dias até o km 44. Depois, são mais 5 km dentro da cidade até chegar no condomínio. O trajeto tem 64 km e cerca de 1h de duração.

De carro ou moto

O trajeto mais curto para ir diretamente ao topo da Pedra Grande é pela Rodovia Fernão Dias. Seguindo no sentido interior, você deve sair no km 50, em direção ao Bairro Portão, e depois andar por mais 17 km por uma estradinha estreita. Boa parte desse percurso é uma subida na estrada de terra. Mas é possível fazer com um carro 1.0 em boas condições.

No total, saindo de São Paulo, o trajeto tem 70 km e cerca de 1h30 de duração.

Deixe um comentário