CuraçaoRoteiros

Curaçao: roteiro de 5 dias, melhores praias e dicas para a sua viagem

Roteiro Curaçao

Curaçao é um destino que tem conquistado cada vez mais o coração dos brasileiros. Com suas praias de águas cristalinas, arquitetura colorida e população receptiva, a ilha é uma das mais encantadoras do Caribe.

Além das praias paradisíacas, Curaçao é um ótimo destino para quem gosta de fazer mergulho. Muitas das praias têm pedras e corais que reúnem uma vida marinha diversa, com peixes e tartarugas.

Casas coloniais holandesas de Willemstad

Já a capital Willemstad é Patrimônio Mundial da UNESCO e se destaca por suas casas coloniais holandesas e grafites coloridos.

A população fala quatro idiomas (papiamento, holandês, inglês e espanhol) e consegue atender muito bem o público brasileiro, mesmo aqueles que só falam português.

É possível fazer diversos roteiros na ilha, mas indicamos ficar no mínimo cinco dias completos para visitar as melhores praias. Confira abaixo todos os detalhes para planejar sua viagem para Curaçao e nossa dica de roteiro de cinco dias para conhecer a ilha.

Onde fica Curaçao

Onde fica Curaçao

Curaçao fica no Caribe, bem próximo da América do Sul. A ilha fica a 70 km da Venezuela e ao lado de Aruba e Bonaire, que formam o ABC do Caribe.

Partindo do Brasil, é possível fazer três rotas de avião até Curaçao: com a Avianca, fazendo escala em Bogotá, com a Copa Airlines, fazendo escala na Cidade do Panamá, ou em um voo direto pela Azul, partindo do Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte.

Quantos dias ficar em Curaçao

Apesar de ser uma ilha pequena, Curaçao tem muitas praias imperdíveis, além de outras atrações interessantes.

Se o seu foco são as melhores praias, indicamos ficar no mínimo cinco dias completos na ilha. Mas se você também pretende fazer mergulho, visitar o aquário e explorar outros passeios, é possível ficar tranquilamente 10 dias em Curaçao.

Nosso roteiro em Curaçao

  • Dia 1: Chegada em Curaçao e ⁠Willemstad (Otrobanda).
  • Dia 2: Playa Piskadó, Playa Forti, ⁠Kenepa Grandi, ⁠Playa Jeremi e Playa ⁠Lagun.
  • Dia 3: Klein Curaçao.
  • Dia 4: Salina Jan Kok (flamingos), Cas Abao e Porto Mari.
  • Dia 5: Willemstad (Punda) e volta para o Brasil.

Neste roteiro ficamos quatro dias completos em Curaçao, mas na nossa indicação abaixo adicionamos mais um dia para conhecer mais praias.

Dicas essenciais para viajar para Curaçao

Aluguel de carro

Punda, Willemstad

Alugar um carro é essencial em Curaçao. As principais praias ficam de 30 a 45 minutos do centro, os táxis são caríssimos e o transporte público não é dos melhores. Então, para o seu conforto e liberdade, o carro é a melhor opção.

Há várias empresas de aluguel de carro em Curaçao e nós escolhemos a Dushi Rentals, que ofereceu um serviço bem eficiente e com ótimo preço. Passaram todos os detalhes de onde pegar o carro no aeroporto e as orientações sobre como entregar o veículo.

O que levar

Klein Curaçao

Por conta das águas cristalinas e mar calmo, Curaçao é ótimo para praticar snorkel. Há alguns lugares que vende e aluga o snorkel, mas é sempre melhor comprar o seu no Brasil e levar.

Outro item importante é a sapatilha de neoprene. Algumas praias têm muitas pedrinhas e a sapatilha será bem útil na viagem. Usamos em todos os dias de praia.

Vale colocar também na sua bagagem uma bolsa térmica. Como a alimentação em Curaçao é bem cara e alguns dias ficamos só em praias, compramos algumas bebidas e snacks no supermercado e levamos tudo em uma bolsa térmica. Foi super útil!

Qual moeda levar para Curaçao

A moeda oficial de Curaçao é o Florim das Antilhas Holandesas, mas o Dólar é super bem aceito em toda a ilha.

Curaçao não tem casa de câmbio, então leve toda a quantia em Dólar do Brasil. Nós levamos 85% do valor em nosso cartão internacional e 15% em espécie.

Em nossas viagens internacionais, nós usamos o cartão da Wise, uma conta multimoeda que oferece câmbio com cotação comercial e taxas bem baixas, tudo online pelo aplicativo.

A operação é tão simples, que no final da nossa viagem o dinheiro do cartão estava acabando e nós fizemos um pix na hora para colocar mais dinheiro no cartão. Sem perrengue!

Conheça mais sobre a Wise clicando aqui. Se você solicitar o cartão por esse link, você terá o benefício de fazer uma primeira transferência de até R$ 3.000 sem a cobrança de tarifa.

Documentos necessários

Dushi Curaçao

Brasileiros não precisam de visto para entrar em Curaçao, mas alguns documentos são obrigatórios. É necessário levar o passaporte, o Certificado Internacional de Vacinação de Febre Amarela e o Cartão Digital de Imigração. Esse último é um documento do Governo de Curaçao que deve ser preenchido sete dias antes da viagem com informações básicas, como dados pessoais, quantos dias ficará na ilha, número do voo e nome do hotel.

Chip de celular

Chip de celular em Curaçao

Nós não compramos chip de celular em Curaçao. Usamos apenas o wi-fi do hotel, dos restaurantes e de algumas praias que tinham internet. Mas como só andamos de carro, tivemos a precaução de baixar o mapa de Curaçao off-line no Google Maps. Se você pretende economizar, é uma boa alternativa. Para nós funcionou bem e não tivemos perrengue.

Roteiro de 5 dias completos em Curaçao

Dia 1

Willemstad

Otrobanda
Otrobanda

Capital de Curaçao, Willemstad é dividida entre Punda e Otrobanda. Eles são separados por um canal, mas conectados pela ponte flutuante Queen Emma, que abre e fecha para a passagem de barcos e cruzeiros.

O lado de Otrobanda é mais boêmio e conta com bares, restaurantes e belos grafites. Os principais pontos são o Rif Fort, um antigo forte de 1828 que hoje é uma galeria à beira-mar com lojas e restaurantes, e o museu Kura Hulanda, que resgata a história da escravidão e da cultura africana em Curaçao.

Punda
Punda

Já Punda é o lado mais comercial, com muitas lojas e free shops. É neste lado que estão as casinhas coloridas em estilo holandês, que são o cartão postal de Curaçao, e onde desembarcam os cruzeiros.

Entre os principais pontos de Punda estão o letreiro de Curaçao, o mercado flutuante, uma feira livre de frutas vindas da Venezuela, e a Plasa Bieu, o antigo mercado onde você pode provar comidas típicas do país.

Indicamos andar sem compromisso pelas ruas e explorar Punda e Otrobanda, além dos principais pontos turísticos. Achamos muitos lugares legais assim.

Dia 2

Playa Piskadó

Playa Piskadó

A Paya Piskadó oferece uma das experiências mais legais de Curaçao. Essa é a praia onde conseguimos nadar livremente com tartarugas marinhas.

Todas as manhãs, os pescadores limpam os peixes na praia e lançam os restos no mar, atraindo muitas tartarugas e proporcionando uma experiência única.

Indicamos chegar às 9h, quando a praia está mais vazia. Depois das 10h chegam muitas pessoas para nadar com as tartarugas e a praia fica lotada.

Vale dizer que as tartarugas marinhas são selvagens e estão em seu habitat natural. Então não toque nelas, pois podemos passar doenças e irritar os animais.

Kenepa Grandi

Kenepa Grandi Curaçao

Praia mais badalada de Curaçao, Kenepa Grandi é uma praia pública com ótima estrutura. Ela tem bares, um grande estacionamento, banheiro e até área para fazer churrasco.

Logo de cara, você se depara com um mirante com uma das paisagens mais bonitas da ilha. A praia tem espreguiçadeiras à disposição por um valor de U$ 5,00 (abr/24) e fique atento com uma porca que anda pela praia roubando a comida dos banhistas. Nosso salgadinho foi devorado por ela enquanto estávamos na água.

Kenepa Grandi

Uma dica importante é visitar Kenepa Grandi em dias de semana, já que ela é muito frequentada pela população local, que vai lá aos fins de semana.

Playa Jeremi

Playa Jeremi

A Jeremi é uma praia mais selvagem, com muitas pedrinhas na areia e sem infraestrutura. Ela fica protegida entre dois morros, tem águas tranquilas e é ótima para fazer snorkel.

Playa Lagun

Playa Lagun

A Playa Lagun é bem estreita e fica em uma pequena entrada de mar. Assim como a Jeremi, ela está entre dois morros e é ótima para fazer snorkel (ainda melhor do que a Jeremi).

Do lado direito, você encontra uma escadaria que leva a um restaurante com vista para a praia. Também é um ótimo ponto para ver o pôr do sol.

Dia 3

Klein Curaçao

Klein Curaçao

Klein Curaçao é uma pequena ilha desabitada com as águas mais transparentes que já vimos na vida. Ela fica a 2 horas de barco de Curaçao e a viagem é uma verdadeira aventura.

A ida é contra a maré e balança muito, então não tome café da manhã e leve um remédio para enjoo. Mas depois do purgatório, você chega a um verdadeiro paraíso.

Farol de Klein Curaçao

Areia branquinha, um mar com vários tons de azul e água cristalina, um farol abandonado e uma área com naufrágios transformam Klein Curaçao em uma verdadeira ilha paradisíaca.

Para quem gosta de fazer snorkel, na praia também há uma área com corais cheia de peixinhos. É realmente um lugar único que precisa estar no seu roteiro de Curaçao.

Ilha de Klein Curaçao

Algumas empresas oferecem esse passeio, mas a melhor é a Mermaid, a única que tem na ilha a infraestrutura de banheiros, vestiários, espreguiçadeiras, guarda-sóis e até um mirante.

O passeio custa U$ 130 (abr/24) por pessoa e tem incluso café da manhã, almoço e bebidas não alcoólicas à vontade.

Dia 4

Salina Jan Kok

Flamingos de Curaçao

No caminho para as praias de Cas Abao e Porto Mari, a Salina Jan Kok é um lugar onde você pode observar flamingos de pertinho. Ela fica na beira da estrada e é só parar o carro no acostamento e andar um pouquinho para achar os pontinhos rosa na lagoa.

Cas Abao

Cas Abao

Cas Abao é uma das praias privadas de Curaçao. A entrada custa U$ 6 (abr/24) por veículo, mas vale cada centavo.

A praia é considerada uma das mais bonitas da ilha e já foi eleita uma das 21 melhores praias do mundo pela National Geographic.

Além da areia branquinha e água azul clara, a infraestrutura é perfeita. Ela tem banheiro limpinho, chuveiro, bar com wi-fi disponível, além de cadeiras e guarda-sol (por mais U$ 2).

Cas Abao também é uma das melhores praias para fazer snorkel. Os paredões de pedra e corais nos cantos da praia atraem uma diversidade incrível de vida marinha.

Porto Mari

Porto Mari

Porto Mari foi a praia que mais gostamos de Curaçao. Ela também é privada e custa U$ 3 (abr/24) por pessoa para entrar e mais U$ 3,50 (abr/24) para alugar uma espreguiçadeira. Os guarda-sóis são gratuitos.

Além de ser linda, ela tem banheiro, chuveiro, bar e wi-fi liberado. Na água, a praia tem um pequeno píer que rende várias fotos e uma plataforma no meio do mar, onde só conseguimos chegar nadando.

Assim como outras praias de Curaçao, Porto Mari também é ótima para fazer snorkel, principalmente nos arredores do píer.

Para completar, ela também tem alguns porquinhos que vivem livremente por lá. Mas esses são menores e menos assustadores do que a porca de Kenepa Grandi.

Ficamos em Porto Mari até o pôr do sol, que foi um dos mais lindos que já vimos na vida. Foi uma experiência fantástica!

Dia 5

Playa Kalki

Playa Kalki
Foto: Curaçao.com

Uma das praias mais afastadas de Willemstad, a Playa Kalki é pública e tem um espaço bem charmoso.

O aluguel de espreguiçadeira custa U$ 6 (abr/24) e a praia ainda conta com um restaurante simples e um pequeno píer. A areia tem muitas pedrinhas e também é considerada boa para fazer snorkel.

Playa Forti

Playa Forti

A Playa Forti não é famosa pela praia e sim pela plataforma natural com mais 10 metros que muitas pessoas pulam no mar. Não nos arriscamos, mas se tiver coragem, vale a experiência.

Kokomo Beach

Kokomo Beach
Foto: Curaçao.com

Ideal para ver o pôr do sol, a Kokomo Beach tem um barzinho com preços aceitáveis, ótimo para curtir a paisagem bebendo uma cerveja.

Não é a melhor praia para curtir o mar, já que tem muitas pedras, mas vale entrar na água para tirar aquela foto diferenciada no balanço que fica no meio do mar.

Onde se hospedar em Curaçao

Brion City Hotel

Brion City Hotel

O Brion City Hotel é a melhor opção de hospedagem para o nosso roteiro em Curaçao. Ele tem uma localização perfeita, no centro da capital Willemstad e em frente à ponte Queen Emma.

Vista Brion City Hotel

Os quartos são super confortáveis e equipados com frigobar, cofre, máquina de café, secador de cabelo, ferro e tábua de passar roupa. Alguns quartos também têm varanda e vista para as casinhas coloridas de Punda, cartão postal de Curaçao.

Uma das grandes vantagens do Brion City Hotel é ter café da manhã incluso, o que é pouco comum nos hotéis do país. Além disso, o hotel tem ótima infraestrutura, com piscina, academia, máquina de gelo, um minimercado e empréstimo de toalhas para levar para a praia.

Piscina Brion City

Os funcionários também são muito atenciosos e gentis, o que deixou nossa estadia ainda mais aconchegante.

Clique aqui para conferir mais informações e fazer sua reserva no Brion City Hotel.

Onde comer em Curaçao

Brisa do Mar

Restaurante Brisa do Mar

Restaurante à beira-mar com um ambiente romântico e comida de ótima qualidade. A especialidade do Brisa Mar são os peixes e foi nele que comemos nosso melhor ceviche da vida. Apesar de ficar a cerca de 20 minutos do centrinho, vale muito reservar um dia para ir lá.

Ceviche 91

Ceviche 91

O Ceviche 91 fica no último andar do Rif Fort e tem uma vista espetacular para Punda. A especialidade do restaurante é a comida peruana, com destaque para o delicioso ceviche.

Brgr Haus

Brgr Haus

A Brgr Haus fica no coração de Otrobanda e tem hambúrgueres muito bem servidos. É uma ótima opção para comer ao ar livre, em um ambiente descontraído. O dono da hamburgueria é holandês, mas casado com uma brasileira e fala português. Fomos muito bem atendidos por ele.

Il Gelato Curaçao

Il Gelato Curaçao

Também no coração de Otrobanda, a Il Gelato tem sorvetes bem gostosos. É uma boa pedida para aliviar o calor de Curaçao enquanto explora as ruas charmosas de Otrobanda.

Kaya Restobar

Kaya Curaçao

Dentro do Rif Fort, o Kaya é um restobar com variedade de drinks, lanches e pratos. Comemos dois tacos muito gostosos e drinks maravilhosos.

Pasa Wá

Pasa Wá

O Pasa Wá é uma vila gastronômica descolada, com containers de comida rápida e uma ilha central onde provamos os melhores drinks da ilha. O espaço tem um ambiente jovem, com músicas animadas e telões passando alguns esportes.

Plasa Bieu

Plasa Bieu

A Plasa Bieu é o antigo mercado de Curaçao, onde você pode viver uma experiência local. Os pequenos restaurantes servem pratos típicos, como sopa de iguana e sopa de cacto, e você come em mesas coletivas.

Quando ir para Curaçao

Quando ir para Curaçao

Curaçao está fora da rota de furacões e sua temperatura é constante, com média de 27ºC. Por isso, é um destino que pode ser visitado o ano inteiro.

A alta temporada é de dezembro a março e de julho a agosto, quando os preços estão um pouco mais altos. O período mais chuvoso é entre outubro e dezembro. Apesar de não serem chuvas muito fortes, podem atrapalhar um dia de passeio na praia.

Já os meses de abril, maio e setembro são considerados os melhores para viajar para Curaçao, pois você evita a alta temporada e o período de chuvas.

Deixe um comentário