HistóriaJundiaíSão Paulo

Fazenda Nossa Senhora da Conceição: casarão histórico de 1850 em Jundiaí

Fazenda Nossa Senhora da Conceição - Jundiaí

A Fazenda Nossa Senhora da Conceição representa um importante período da nossa história. Ela foi uma das grandes produtoras de café do Estado de São Paulo e hoje está aberta para visitação.

Ainda bem preservada, a fazenda vive hoje do turismo e oferece um tour guiado que conta a história da fazenda e do café. Os visitantes também podem aproveitar para almoçar no famoso restaurante do local e fazer um pequeno passeio a cavalo.

Localizada em Jundiaí (SP), ela está a 70 km e a 1h de São Paulo (SP). É um bom lugar para visitar com a família e aprender um pouco sobre essa fazenda histórica que sobreviveu ao tempo.

A Fazenda Nossa Senhora da Conceição abre para os turistas aos fins de semana e feriados, das 9h30 às 15h30.

História da Fazenda Nossa Senhora da Conceição

Casarão da Fazenda Nossa Senhora da Conceição

A história da fazenda começou em 1810, quando ali era plantada cana-de-açúcar. Mas foi a partir de 1850 que a história da fazenda começou a mudar. Foi nessa época que ela iniciou o cultivo de café e seu famoso casarão foi construído.

No auge da produção, a Fazenda Nossa Senhora da Conceição tinha cerca de 350 mil pés de café e mais de 100 escravizados.

A fazenda era propriedade de Francisco José de Conceição, o Barão de Serra Negra, um homem de muitas posses e influência política. Porém, a fazenda de Jundiaí não era a sua principal. Ele morava em Piracicaba e usava o local como uma espécie de casa de veraneio. Mesmo assim, a Fazenda Nossa Senhora da Conceição chegou a receber figuras ilustres como a Princesa Isabel.

Francisco José de Conceição, o Barão de Serra Negra
Barão de Serra Negra

Em 1888, com a abolição da escravidão, chegaram os primeiros imigrantes italianos para trabalhar na fazenda. Por conta do clima da região, os colonos também começaram a implementar o cultivo de uva, o que mudaria a história da fazenda anos depois.

Com a quebra da Bolsa de Nova York, em 1929, o valor do café despencou no mercado internacional e muitos fazendeiros brasileiros quebraram. Mas não foi o caso da Fazenda Nossa Senhora da Conceição.

Na época administrada por Angelina Conceição, herdeira do Barão, ela trocou todo o cultivo de café por uva. Em pouco tempo, a fazenda se tornou uma das maiores produtoras de uva e vinho do Estado de São Paulo, garantindo a sobrevivência da propriedade.

A Fazenda Nossa Senhora da Conceição continua com a família do Barão de Serra até hoje, mas agora não produz mais uva nem café. Atualmente, ela está voltada ao turismo e conta com um tour cultural e um restaurante de comida caipira.

Tour cultural

Tour guiado da Fazenda Nossa Senhora da Conceição

Principal atração da Fazenda Nossa Senhora da Conceição, o tour cultural passa por todas as estruturas da propriedade, que continuam muito bem preservadas, e conta a história da fazenda e do café.

O passeio começa mostrando como era a produção de café na fazenda e como ela foi evoluindo com as novas tecnologias.

Depois, conhecemos o famoso casarão construído em 1850 e a história do Barão de Serra Negra. Infelizmente não é permitido entrar na casa, mas podemos visitar a senzala e entender um pouco da triste realidade que os escravizados viveram.

Senzala da Fazenda Nossa Senhora da Conceição
Senzala da Fazenda Nossa Senhora da Conceição

A parte mais alta da senzala não tinha mais de 1,20m e a mais baixa só dava para chegar deitado. Era nesse local que eles ficavam trancados, dormiam e faziam suas necessidades. É um ponto importante para entendermos como a riqueza do nosso país foi construída com a exploração de muitas pessoas.

Em outra estrutura da fazenda, o tour também conta a história do café. Conhecemos todo o caminho do grão, desde sua descoberta, na Etiópia, até chegar ao Brasil.

Museu do Café - Fazenda Nossa Senhora da Conceição

O passeio termina na tulha, onde vemos como era o processo de separação e torrefação dos grãos. É um giro completo pela fazenda, cheio de curiosidades históricas.

O tour cultural custa R$ 15 (atualizado em 2022), dura em torno de 1h e é conduzido por um monitor.

Restaurante da Fazenda Nossa Senhora da Conceição

Restaurante da Fazenda Nossa Senhora da Conceição

O restaurante da Fazenda Nossa Senhora da Conceição funciona na antiga tulha e é famoso pela comida caipira. O espaço é bem amplo, inclusive com mesas na área externa, mas aos domingos costuma lotar, então recomendamos chegar cedo.

Arado - Restaurante da Fazenda Nossa Senhora da Conceição

Pedimos o Arado, o carro chefe da casa. O prato serve quatro pessoas e vem completinho com arroz, tutu de feijão, ovo frito, costelinha de porco, torresmo, couve, banana frita e vinagrete. Pagamos R$ 189,90, mas se for dividir por quatro, o prato sai por menos de R$ 50.

Passeio a cavalo

O passeio a cavalo na Fazenda Nossa Senhora da Conceição é feito em um circuito fechado e sempre acompanhado por um monitor. É um passeio mais voltado para as crianças, mas pessoas de todas as idades podem se aventurar. Menores de 14 anos fazem o circuito conduzidos pelo monitor e maiores de 15 anos podem andar sozinhos, mas supervisionados pelo monitor.

Como chegar na Fazenda Nossa Senhora da Conceição

A Fazenda Nossa Senhora da Conceição fica na Rua Antônio Codarin, 751, no Bairro Mato Dentro, em Jundiaí (SP). O local fica às margens da Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra, no sentido Itatiba (SP).

Partindo de São Paulo (SP), o trajeto é simples. Basta pegar a Rodovia dos Bandeirantes até Jundiaí e depois acessar a Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra. O caminho tem 70 km e leva 1h. A estrada está em ótimas condições e tem só um pequeno trecho de terra também em bom estado.

Deixe um comentário